Imagem 

 

Já comentei junto aos meus colegas do Facebook sobre a atriz Claire Danes e sua importância para a série Homeland. Hoje vou tecer alguns comentários sobre o outro protagonista da série, Damian Lewis que interpreta o sargento Brody.

Aqueles que tem uma boa memória vão se recordar de sua participação como um importante personagem na minissérie “Band of Brothers”. Na ocasião ele interpretava o coronel Winters, o primeiro comandante da Easy Company (depois ele foi promovido a capitão e aparecia cada vez menos na série). Não preciso dizer que o Damian Lewis tem tino para esses personagens militares: tem a postura, a fala e os gestos. Então a opção dele para o papel não foi estranheza.

Bom… agora eu vou levar porrada dos viciados na série. Desde Band of Brothers que eu não sou muito fã dele. Digo isso porque acho o ator unidimensional (parafraseando Christina Aguilera). Ele é pouco expressivo e sua interação com os outros personagens é, por vezes, forçada. 

O sucesso dele em Homeland se deve muito às suas escadas, ou seja, ao personagem com quem ele atua naquele momento. Percebam que as cenas em que ele fez com o melhor amigo dele em Homeland são chatas e tolas. Nem parece que o Brody foi traído pelo amigo e se sente irritado: me parece até que ele nem está aí. Algumas vezes as cenas com a Morena Baccarin (a esposa dele na série) parecem estranhas, quase falsas. E não… não é porque o autor quis dar essa impressão. É estranha mesmo…

Mas, Damian Lewis tem Claire Danes como co-protagonista. E o personagem dela é tão bizarro que tira o foco do Damian Lewis e passa a luz toda para ela, obscurecendo as falhas na atuação do personagem. Não tiro o mérito do Damian Lewis; acho que ele foi uma escolha excepcional para esse papel em particular. 

Em Band of Brothers, o personagem dele sofria do mesmo problema. Como o foco mudava a cada episódio, isso não ficou perceptível. Mas, quem é fã da série, não é fã do coronel Winters; é fã do Malarkey, do Eugene, do Popeye (e sua teoria de que todos na Easy Company eram batizados com um tiro na bunda) ou até do caladão do Bull (e aquele excelente episódio do Bull em território alemão). Prova de que o personagem do Damian Lewis não foi tão importante assim.

Anúncios